Eleições 2018 Lula

Eleições 2018 Lula – O ex-Presidente Lula será mesmo candidato nas eleições de 2018?

Não se fala em outra coisa nos meios políticos. De norte a sul e de leste a oeste, o que mais se debate é sobre a possibilidade de o ex-Presidente Lula ser candidato à Presidência da República nas eleições de 2018. Será mesmo verdade? Ou tudo não passa de especulações? Nossa equipe buscou informações sobre o assunto e traz para você, em primeira mão, as melhores notícias relacionados à pessoa do ex-Presidente Lula no cenário político nacional e nas eleições de 2018.

O poder do ex-Presidente  nas Eleições 2018 Lula

O ex-Presidente Lula é uma figura histórica. Desde os mais remotos tempos de luta contra a Ditadura Militar, passando pela conquista da democracia, a fundação do PT (Partido dos Trabalhadores) e chegando à coroação de toda essa luta, com a eleição e reeleição à Presidência da República, ele sempre teve ares de grande líder. Político por natureza e esquerdista de coração, Lula buscou o poder supremo da Pátria (a Presidência da República) obstinadamente, fazendo disso sua razão de acordar e de viver todos os dias.

Eleições 2018 Lula – Grupo político

O grupo político do ex-Presidente Lula se formou em anos de militância e se encorpou pouco a pouco, até chegar ao ponto de dar-lhe sustentação política para chegar à concretização do sonho que o movia quotidianamente. E é esse mesmo grupo que anseia por sua volta triunfante, como o grande e soberano “pai dos pobres”, que irá corrigir os descaminhos pelos quais os Brasil se embrenhou quando sua herdeira política, a Presidenta Dilma Rousseff, perdeu o controle do governo e esfacelou suas bases políticas e sociais.

O governo do povo

Quando eleito, Lula levantou e defendeu a bandeira que sempre apregoou como sua principal meta: fazer um governo do povo e pelo povo. Algo que de fato não podemos negar que tenha feito, já que em seus dois mandatos a economia se estabilizou, os pobres passaram a ter mais poder de compra e de crédito, os programas sociais se alinharam às necessidades do país, milhares de pessoas saíram da extrema pobreza e os índices de desemprego caíram significativamente. Tudo isso, claro, fez com que o então Presidente Lula “caísse” nas graças do povo brasileiro, que de tão satisfeitos com sua política, o chamavam de “O Novo JK” (em referência ao ex-Presidente Juscelino Kubitschek) devido à sua capacidade de agregar forças e de levar a classe dos milionários a trabalharem a favor dos mais pobres.

O escândalo do mensalão

Uma das maiores demonstrações de força política que o ex-Presidente Lula deu aos seus adversários foi ter passado incólume pelo escândalo do mensalão (compra de votos dos parlamentares em prol da aprovação dos projetos do Executivo). Muitos diziam que Lula não resistiria ao golpe, mas ele se manteve de pé, não perdeu a governabilidade e se sobressaiu. Tanto que logo após esse escândalo de proporções gigantescas ele foi reeleito pelo povo para mais um mandato à frente da República.

O que dizem os adversários políticos

Os adversários políticos do ex-Presidente Lula tentam a todo o custo manchar a sua imagem. Querem provar para o povo brasileiro que ele não é o político honesto e ilibado que diz ser. De acordo com eles, Lula possui diversas alianças duvidosas com seguimentos da sociedade que têm interesse na sua eleição para tirarem algum proveito.
Dizem, ainda, que ele possui participação no escândalo de corrupção da Petrobrás e da Receita Federal, além de fazer lobby internacional para empresas com as quais mantém contratos duvidosos (acreditam que o dinheiro recebido por ele pelos serviços prestados é “lavado”). Tudo isso além de muitas outras denúncias que já pesaram sobre ele e podem influenciar na candidatura de lula nas eleições 2018.

Eleições 2018 Lula Pesquisas

Mas isso não é o suficiente para manchar sua imagem diante do povo brasileiro. As atuais pesquisas eleitorais para as eleições de 2018 estão aí para nos mostrar isso. Mesmo com todas as desventuras do atual governo petista, sobre o qual estouram, uma após a outra, as denúncias de corrupção, o ex-Presidente Lula sempre aparece em igualdade de intenção de votos com o Senador Aécio Neves, principal nome da oposição. Note, entretanto, que o ex-Presidente está afastado da política (entenda que não tem mandato) e o Senador Aécio Neves está em evidência devido à sua intensa atividade parlamentar. Nessa situação, seria natural que a vantagem dele em relação ao ex-Presidente Lula fosse maior.

Lula e as eleições de 2018

Porém, mesmo com toda essa realidade à sua volta, Lula evita falar sobre planos para o futuro. Empenhado em recuperar o prestígio da atual administração petista, ele se limita a dizer que o Brasil não pode parar e que vai fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar o país a retomar o crescimento e controlar a inflação. Quanto às eleições de 2018 ele se mantém em silêncio e diz que tudo deve ser resolvido pelo PT e seus partidos aliados. Volta lula 2018!

Mudanças na Equipe Econômica

Desde o início desse novo mandato, quando a Presidenta Dilma indicou Joaquim Levy para o cargo de Ministro da Fazenda, o ex-Presidente Lula nunca escondeu sua insatisfação. De acordo com ele, Levy tinha conhecimento técnico, mas lhe faltava o manejo político para exercer o cargo com maestria. Agora, chegando ao fim o primeiro ano de mandato, a Equipe Econômica foi desfeita e Nelson Barbosa escolhido para ser o novo Ministro da Fazenda. Isso agradou bastante o ex-Presidente Lula, já que Nelson Barbosa é um de seus homens de confiança.
É claro que não podemos esperar que o governo admita isso, mas a verdade é que a troca do Ministro da Fazenda teve influência direta de Lula. Agora sim o PT tem no Ministério da Fazenda um articulador político e não mais um ministro técnico. Isso mostra o quanto Lula tem poder e influência sobre as atividades dos Governo Federal. E, claro, desperta em cada um de nós o sentimento de que realmente poderemos ter novamente, nas eleições de 2018, a figura do ex-Presidente Lula na disputa eleitoral, à busca da realização de mais um sonho.

Leia mais sobre eleições 2018 Brasil.