Eleições 2018 Aécio Neves

Eleições 2018 Aécio Neves – No primeiro mandato da Presidenta Dilma Rousseff, o ex-Governador de Minas Gerais, Aécio Neves, estava iniciando seu primeiro mandato de Senador, para o qual foi eleito nas eleições de 2010 como o candidato mais votado para o Senado em toda a história do Estado de Minas Gerais. Porém, passou longe de ser o que a oposição esperava dele. Ao invés de fazer ofensivas contra o governo, Aécio Neves foi, durante muito tempo, um Senador apático, uma “carta fora do baralho”. Tanto que o grupo de oposição muitas vezes o tachou como covarde.
Mas hoje seu nome é dado como certo nas eleições de 2018, já que ele é o principal nome da oposição, traz consigo uma votação mais que expressiva nas eleições de 2014 e agrega diversas forças políticas à sua volta, a seguir confira informações sobre o candidato a Presidente Aécio Neves nas Eleições 2018.

O Governo de Minas Gerais

O que se esperava de Aécio Neves, quando eleito para o Senado, era a atitude de um Senador campeão de votos em seu Estado que deixava o Governo com uma das melhores avaliações já vistas em todo o Brasil: era quase 90% de aprovação ao seu governo, o que certamente já o gabaritava para a disputa das eleições presidenciais de 2014. Mas as expectativas foram frustradas durante os dois primeiros anos de seu mandato no Senado Federal.

Eleições 2018 Aécio Neves – A Presidência Nacional do PSDB

O que marcou uma reviravolta na postura política de Aécio Neves foi, sem dúvida alguma, ter assumido a Presidência Nacional do PSDB no ano de 2013. A força política que veio sobre ele possivelmente o motivou a iniciar sua “escalada” na disputa pela Presidência da República nas eleições de 2014. E assim o seu perfil foi se moldando e ele tomou uma postura mais incisiva, assumindo de fato a liderança da oposição no Congresso Nacional.
Em 2015, quando houve uma nova eleição para a Presidência Nacional do PSDB, Aécio Neves foi novamente eleito e com isso acredita-se que aumentou ainda mais suas possibilidades de ser novamente o candidato tucano à Presidência nas eleições de 2018.

Aécio Neves nas eleições de 2014

Com as bênçãos de Fernando Henrique Cardoso e trazendo consigo o apoio de diversas lideranças políticas e setores da sociedade, Aécio Neves se tornou o candidato do PSDB à Presidência da República, embora não tenha sido em consenso com dois grandes nomes do PSDB em todo o Brasil: José Serra e Geraldo Alckmin. E na disputa eleitoral ele “subiu o tom” e tornou extremamente complicada a missão do PT de emplacar a quarta eleição seguida para o Governo Federal e se manter no poder.
Sua presença foi tão marcante que o PT, mesmo tendo a máquina pública nas mãos, não conseguiu vencer as eleições em primeiro turno. E quando pensou que seria mais fácil no segundo, saiu vitorioso da eleição mais apertada de todos os tempos, quando o candidato Aécio Neves alcançou incríveis 48,36% contra 51,64% de sua opositora, Dilma Rousseff.

Fator Antônio Anastasia

Houve, entretanto, uma situação embaraçosa para Aécio Neves e o PSDB no resultado do primeiro e segundo turno das eleições de 2014: em Minas Gerais Aécio Neves perdeu as eleições para Dilma Rousseff. Justamente seu estado natal, onde ele foi eleito governador por dois mandatos (um deles sendo recordista absoluto de votos) e, como dissemos, deixou o mandato com quase 90% de aprovação da população, e logo em seguida foi o Senador recordista de votos. Ou seja, a população de Minas Gerais de fato tinha simpatia por ele. O que aconteceu?
A esse evento podemos atribuir o fator Antônio Anastasia, vice-Governador de Aécio Neves e herdeiro político do mesmo, eleito para sua sucessão no mandato 2011 – 2014. O Estado perdeu muito do seu potencial e as pessoas passaram a culpar o ex-Governador pelos erros cometidos por Anastasia, já que seu nome e postura de homem público foram associados, pela população, a Aécio Neves.

Eleições 2018 Aécio Neves – Aécio Neves nas Eleições de 2018

Não há como negar que o Senador Aécio Neves é hoje uma das maiores lideranças políticas de todo o país. Especialmente porque ele se tornou ainda mais, após as eleições de 2014, uma referência no quesito oposição ao governo Dilma Rouseff. Sem dar um momento sequer de descanso, Aécio Neves ataca com veemência o governo e denuncia todas as coisas duvidosas que vê acontecer no meio político.
Isso evidentemente atraiu para ele a simpatia de diversos políticos, empresários e diversos seguimentos da sociedade em geral que estão insatisfeitos com o governo do PT e que buscam uma nova referência, uma via alternativa para vencerem o partido do governo. E essa é a razão pela qual sua força política vem aumentando cada vez mais, angariando mais adeptos e desenvolvendo uma oposição cada vez mais feroz e agressiva e é um dos fortes nomes para ser o novo presidente nas Eleições 2018.

Aécio Neves x Lula

Provavelmente esse seja o embate que os maiores adversários políticos da atualidade (petistas e tucanos) gostariam de ver e que muito provavelmente poderão acompanhar nas eleições de 2018. Aécio Neves representando os ideais de seu partido (a política de direita conservadora) e Lula representando mais uma vez as suas convicções (a política de esquerda libertadora). Essa promete ser mais uma disputa acirrada, devido ao currículo de cada um dos candidatos a presidente em 2018.
Nem sequer gostaríamos de tecer conjecturas, porque o que vemos hoje é um quadro de total igualdade de forças entre ambos. As primeiras pesquisas de intenção de voto mostram uma incrível alternância de preferência entre ambos, sendo verdadeiramente muito difícil falar sobre a supremacia de um ou outro. com essa disputa, as eleições de 2018 prometem ser bastante duras e complicadas para ambos os partidos (PT e PSDB).

Apoio do PSDB a Aécio Neves

Algo que o Senador Aécio Neves precisa corrigir de imediato, caso não queira prejudicar sua candidatura, é a perfeita aceitação do PSDB de São Paulo. Afinal, ele foi aceito por José Serra e Geraldo Alckmin devido à influência que o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso possui sobre eles. E ambos podem fazer toda a diferença para sua vitória, já que o Estado de São Paulo é o grande reduto tucano de todo o Brasil.

Essa história ainda pode ter muitos capítulos a se desenvolver porque o desenrolar dela só se finaliza em outubro de 2018, nas eleições presidenciais. Leia mais sobre Eleições 2018 Aécio Neves.